Hábitos que podem estar consumindo sua energia

8 Hábitos que podem consumir sua energia

Se sentir cansado após praticar esportes, estudar bastante ou um dia de trabalho corrido e estressante é algo totalmente normal. Mas quando o cansaço se torna frequente significa que há algo de errado, é um sinal de alerta que não pode passar despercebido.A má alimentação e a privação do sono são os dois principais responsáveis por esse cansaço excessivo, mas além desses existem outros hábitos do cotidiano que podem estar roubando sua energia. Confira abaixo quais são eles!

1- Tomar pouca água

A desidratação diminui o volume sanguíneo, torna-o mais espesso e força o coração a trabalhar com mais intensidade. Com apenas 2% abaixo do nível normal de hidratação, o organismo já  começa a sofrer com a falta d’água, e consequentemente, começará a sentir sua energia diminuir. A recomendação é que as pessoas bebam pelo menos dois litros de água por dia. Uma boa maneira de se manter hidratado é tomar água antes mesmo de sentir sede.

2- Falta de atividade física

Quando mais ativa for a pessoa, provavelmente menos cansada e esgotada ela se sentirá. A prática regular de atividade física ativa a circulação, oxigena o organismo e acelera o metabolismo, melhorando o funcionamento dos órgãos e do corpo, de modo geral.

3- Função soneca do despertador

Se tem uma coisa que as pessoas costumam fazer, é utilizar a função “soneca” do despertador – “só mais 10 minutinhos, depois eu levanto” -. O problema é que utilizar essa função em períodos curtos faz com que fique ainda mais difícil sair da cama, o que consequentemente suga parte sua energia e prejudica sua disposição e desempenho ao longo do dia. A orientação é programar um único horário no despertador, fazendo com que a pessoa levante da cama assim que ouvir o alarme, evitando os cochilos.

4- Espaço de trabalho bagunçado

Um ambiente de trabalho desorganizado, mesa do escritório bagunçada, cheia de tralhas e suja, por mais incrível que possa parecer, pode te fazer se sentir cansado e estressado, principalmente se você for uma pessoa que não gosta de bagunça. Nesses casos, a melhor opção é organizar e limpar seu espaço de trabalho frequentemente.

5- Dormir pouco

As pessoas estão, cada vez mais, dormindo menos, e isso se dá pelo fato de as pessoas terem inúmeras tarefas para fazer no seu dia-a-dia (trabalho, estudos, família, lazer) e para conciliar todas essas atividades, acambam por reduzir o tempo de sono. O recomendável é dormir de 6 a 8 horas por noite, dessa forma seu corpo terá tempo para descansar e repor as energias.

Crie o hábito de desligar todos os aparelhos eletrônicos antes de dormir; assistir TV, jogar, navegar na internet ou ficar checando as notificações da mídias sociais em seu tablet ou smartphone faz com você tenha dificuldade para conseguir dormir e prejudica a qualidade do seu sono, devido a luz emitida pelos aparelhos.

6- Consumir bebida alcoólica

Sabe aquela cerveja gelada ou aquela taça de vinho que você tanto aprecia após um dia corrido e cansativo? A melhor opção e evitá-las, o consumo de álcool durante a noite pode prejudicar a qualidade do seu sono, fazendo com que acorde no dia seguinte se sentindo exausto.

7- Não se desconectar do trabalho

Atualmente, levar trabalho para casa se tornou algo normal, mas isso não é considerado uma prática muito boa para a saúde. Não se desconectar do trabalho (dos problemas, tarefas, e tudo que o envolve) pode sobrecarregar a pessoa e levá-la ao esgotamento. É preciso reservar um tempo para esquecer do trabalho, relaxar, limpar a mee descansar.

8- Não tomar o café da manhã

O café da manhã é considerado a refeição mais importante do dia, pois é ele o responsável por fornecer para o corpo iniciar suas atividades até o horário do almoço. Outro ponto importante é que, mesmo durante o sono, seu corpo ainda gasta energia para manter seus órgãos em pleno funcionamento, dessa forma, boa parte da energia adquirida através de sua última refeição no dia anterior acaba sendo consumida durante o sono, e precisa ser reposta no café da manhã.