Atividade física terceira idade

A importância de atividades físicas na terceira idade

Atualmente, a atividade física é considerada uma peça-chave para uma vida saudável, isso porque é associada a vários benefícios para saúde, tanto físicos quanto mentais, e ainda aumenta a disposição e sensação de bem-estar.

Diversos estudos mostram que a prática de atividades físicas é segura e benéfica independentemente da idade, e também evidenciam que a falta da prática dessas atividades entre os idosos prejudica sua saúde.

Ao envelhecer, o corpo exige mais esforço para realizar atividades cotidianas, os músculos enfraquecem, aumenta a incidência de dores e as pessoas tornam-se mais vulneráveis a sofrerem lesões e quedas.

Mais de 10% da população brasileira é composta por pessoas na terceira idade. Para se ter uma velhice mais tranquila e garantir a longevidade, é importante: a prática de exercícios físicos, alimentação equilibrada e cuidados com a saúde.

Cerca de 50% do declínio físico associado ao envelhecimento pode ser motivado pela falta de atividade física. A prática não regular, ou a total falta de prática de exercícios físicos entre os idosos pode contribuir para o surgimento de diversos problemas de saúde, incluindo:

  • Redução da massa muscular, força e resistência física;
  • Redução da coordenação e equilíbrio;
  • Redução da flexibilidade e mobilidade articular;
  • Redução da capacidade respiratória;
  • Redução da densidade óssea;
  • Aumento nos níveis de gordura corporal;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Aumento do risco de doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral e.
  • Aumento da susceptibilidade para distúrbios do humor (ansiedade, depressão, etc.).

Confira abaixo alguns dos muitos benefícios da prática regular de atividades físicas:

Densidade óssea: os exercícios ajudam a minimizar a perda de massa óssea, consequentemente reduzindo risco fraturas e osteoporose. Exercícios com peso são os mais indicados para manter os ossos fortes e saudáveis.

Funções cardiorrespiratórias: a prática de atividades físicas reduz o risco de doenças cardiorrespiratórias e pressão alta. Se o idoso já apresenta esses problemas, os exercícios ajudam a controlar a patologia.

Níveis de gordura corporal: o excesso de gordura corporal é responsável pelo surgimento ou agravamento de diversos problemas de saúde, como doenças cardiovasculares e diabetes. Os exercícios físicos ajudam na queima do excesso de gordura mantendo o corpo com o peso ideal, também aceleram o metabolismo e aumentam a massa muscular.

Saúde mental: a prática de atividade física, de forma contínua, eleva a quantidade de oxigênio e circulação de sangue no cérebro, melhorando a saúde mental de modo geral (memória, concentração, etc.).

A OMS – Organização Mundial da Saúde – recomenda que as pessoas pratiquem 30 minutos de atividades físicas diariamente. Muitas vezes não é possível cumprir à risca essa recomendação, mas é imprescindível criar um cronograma para essas atividades, ao menos 3 vezes na semana ou 10 minutos diariamente no início.

Algumas atividades recomendadas:

  • Natação
  • Pilates
  • Caminhada
  • Musculação
  • Alongamento