mitos e verdades sobre a saúde bucal

Mitos e verdades sobre a saúde bucal

Ter um sorriso bonito há muito tempo deixou de ser apenas uma questão estética. Além de ser considerado o cartão de visita das pessoas, um sorriso bonito reflete o cuidado com a saúde bucal, o que evita problemas orais e no organismo, de modo geral, provenientes da péssima higienização.

São diversas as doenças que podem ter origem na boca, devido à má higienização, todavia, o acompanhamento periódico de um profissional, dentista, o cuidado e higienização diária, auxiliam no combate e/ou prevenção dessas enfermidades.

Se você quer cuidar da sua saúde e ainda garantir um belo sorriso, confira abaixo alguns mitos e verdades sobre a saúde bucal.

MITOS:

  • Goma de mascar auxilia no combate à cárie:
    Consumir goma de mascar sem açúcar não causa cáries, todavia, seu consumo frequente pode causar fadiga muscular e agravar problemas relacionados ao bruxismo e ATM (articulação temporomandibular).
  • É preciso extrair o dente do siso:
    Não é uma regra ser necessário extrair os dentes do siso. Quando estes dentes nascem posicionados de forma correta, não há necessidade de extraí-los, entretanto, na maioria das vezes, não há espaço na arcada dentária para os dentes do siso, o que faz com que estes nasçam empurrando outros dentes, causando inflamações, dores intensas e até mesmo dificultando a movimentação da boca e mastigação.
  • Enxaguantes bucais substituem a escovação:
    Os enxaguantes bucais jamais devem ser utilizados como uma alternativa à escovação ou uso do fio dental, os quais são os métodos mais eficientes na hora de cuidar da higiene oral. Mas não desconsidere o uso dos enxaguantes bucais, eles são muito úteis como forma de complementar esse processo de higienização bucal.

VERDADES:

  • Flúor fortalece dentes sensíveis:
    O flúor realmente contribui para a diminuição da sensibilidade dos dentes através do processo de remineralização, onde ele age fechando os canais presentes na superfície dos dentes, os quais são responsáveis pela sensibilidade.
  • É preciso trocar de escovas de dente frequentemente:
    A recomendação é que as escovas de dente sejam trocadas pelo menos a cada 3 meses. Com o passar do tempo as cerdas da escova se desgastam, perdem eficiência e acabam demandando mais pressão na hora da escovação, o que pode desgastar o esmalte do dente e aumentar a sensibilidade.
  • Excesso de escovação prejudica a dentição:
    Não é novidade para ninguém que “tudo em excesso é prejudicial”, essa frase também é verdade quando o assunto é a escovação dos dentes. Recomenda-se escovar os dentes de 3 a 5 vezes por dia. A escovação em excesso desgasta a superfície dos dentes e contribui para o aumento da sensibilidade.
  • Chupeta desalinha os dentes:
    Ato muito comum entre as crianças, chupar chupeta ou dedo, prejudica o crescimento e desenvolvimento dos dentes. Além de problemas relacionados a respiração, fala e mastigação, também atrapalha na questão estética, tornando os dentes tortos e desalinhados.
  • A higienização noturna é a mais importante
    Durante a noite é quando passamos mais tempo sem higienizar nossa boca. Devido a isso, é preciso realizar a higienização bucal antes de dormir, de modo a evitar que sua boca fique acumulando restos de comida e bactérias por longos períodos.
  • Café e Chá Verde escurecem os dentes:
    O consumo excessivo de café, chá verde e qualquer outro tipo chá e alimentos com alta quantidade de corantes, causam o escurecimento dos dentes.