mulher trabalhando

Os desafios e vantagens de ser um microempreendedor

O brasileiro é considerado um povo criativo, que sempre encontra soluções inovadoras para os desafios do dia a dia. Isso também se reflete quanto o assunto é empreendedorismo. Somos um dos países com mais empreendedores no mundo. A quantidade de novos negócios aumenta a cada dia, o que evidencia a vontade dos brasileiros de terem suas próprias empresas. 

A atual situação econômica do país, uma crise que tem afetado drasticamente o mercado, causando falência de empresas, aumentando a taxa de desemprego, impostos, inflacionando o preço de produtos, etc. Apesar todos os problemas causados pela crise financeira, ela tem contribuído para o surgimento de novos empreendedores, os quais veem na inovação uma oportunidade para tentar driblar essa crise.

Alguns Benefícios do microempreendedor

  • Quem pode ser MEI? Qualquer pessoa, profissional autônomo, com faturamento anual até R$ 60 mil bruto e que não tenha participação em sociedade em outra empresa pode ser um microempreendedor.
  • Legalização do negócio: Trabalhadores autônomos, que vivem na informalidade, podem legalizar sua situação de forma fácil e rápida. O processo para se tornar microempreendedor é gratuito.
  • Contabilidade: Os microempreendedores estão isentos de escrituração fiscal e contábil. A única obrigação aqui é enviar anualmente a comprovação do faturamento da empresa, para comprovar que não ultrapassou o limite de R$ 60.000,00.
  • Custo com funcionário: O MEI conta com a possibilidade de contratar um funcional a baixo custo, gastando muito menos que em outras modalidades de empresa.
  • Cobertura previdenciária: O empreendedor pagará mensalmente uma taxa no valor de R$ 44. Essa taxa é referente a cobertura que contará com proteção em caso de aposentadoria por idade e invalidez, afastamento por doença e salário maternidade.
  • Tributação: Os custos do microempreendedor individual com tributos são baixíssimos. Para empresas de comércio (ICMS) o valor R$ 1,00 e para empresas de serviços (ISS) R$ 5,00.
  • Emissão do alvará: O alvará do MEI é emitido diretamente pela internet, sem custo algum.
  • Venda para o governo: Os microempreendedores estão qualificados a vender para o governo. Para isso: basta montar uma boa proposta e participar das licitações relacionadas a sua área de atuação.

Alguns Desafios do microempreendedor

  • Planejamento: Muitos microempreendedores acabam não dando a devida atenção que o planejamento merece. Este precisa estar presente desde a concepção da empresa, essencial para o sucesso inicial, sendo responsável por direcionar toda a parte estratégica do negócio e o desempenho de tudo ao longo de um determinado tempo.
  • Gestão de tempo: Gerir seu próprio não é uma tarefa fácil, é preciso planejar cada ação antecipadamente, de modo que consiga cumprir com todas as suas obrigações. É imprescindível o uso de uma agenda, seja ela física ou digital.
  • Captação de clientes: Apesar de essencial para muitos microempreendedores, captar e fidelizar clientes são um grande desafio. É necessário investir tempo em capacitação, para melhorar a prospecção, atendimento e fidelização.
  • Conhecimento: De modo geral, os microempreendedores não detém muito conhecimento sobre gestão empresarial, contabilidade, marketing, perfil do consumidor, relação com fornecedores, faturamento, etc. Devido a sua tamanha importância, é preciso buscar por esse conhecimento, seja em cursos, consultoria com entidades de apoio ou em diálogos informais com profissionais experientes.
  • Divulgação do Produto/Serviço: Seja por falta de conhecimento, como citado no tópico acima, por falta de orçamento ou por não compreenderem a real importância de publicidade, muitos microempreendedores têm dificuldades na hora de promover seu negócio. Pode ser interessante contratar uma consultoria ou uma agencia de publicidade para dar sugestões, planejar ou mesmo executar as ações de divulgação.